casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Terça-feira, 22 de Abril de 2008
Qual é coisa, qual é ela....
Sem que a minha opinião pedisse
Ela veio e eu amuei
Lá chegou e eu nada disse
Mas assim que a senti chorei

É uma dor que arde sem se ver
É uma ferida interior que se sente
É algo que me deixa descontente
É dor que desatina e me faz sofrer

Ferve em mim a revolta
é nula a minha paciência
pois o mal que me provoca
Tira-me toda a coerência

Bate forte, fortemente
É tudo menos apática
Será a sogra? ou será gente?
Gente não é certamente.
É a puta da ciática.
publicado por Luis às 10:49
link do post | comentar | favorito
24 comentários:
De Bolinha de Sabão a 26 de Abril de 2008 às 23:46
Não quererás fundar comigo o "Clube dos sofredores da .... da ciática". Esta adrem, qdo está no eu auge, dói k se farta e só tu para dares a volta à coisa, dedicando-lhe uma poesia.
De banita a 28 de Abril de 2008 às 04:35
Bons olhos o "leiam"!
Isso da ciática,
lamento informar,
que do p.d.i se trata.
De cifrao a 29 de Abril de 2008 às 20:36
em que que se enspirou a fazer o texto
De Luis a 5 de Maio de 2008 às 12:33
A base foi mesmo a puta da ciática (que não desaparece), mas houve um pouco de Aleixo, Camões, Pessoa e Augusto Gil. Pois nada como a poesia para mostrar como a dor pode dilacerar a alma humana (esta frase, para além da profundidade óbvia que contém, foi inventada por mim....acho)
De Andreia do Flautim a 5 de Maio de 2008 às 15:11
lol, é a vida!
De Barão da Tróia a 5 de Maio de 2008 às 15:52
Ganda blogue! Aprovadissímo, voltarei para ver das novas.
De cigana a 5 de Maio de 2008 às 22:32
Ah que saudades! Até para rimar este homem tem jeito! Bendita ciática, que o fez dar um ar da sua graça! É a pdi, sabe como é!
As melhoras!
De isamar a 5 de Maio de 2008 às 23:09
ainda bem que tem ciática. Como iriamos descibrir essa tão nobre veiaa poética??

jinhos meus
De Anónimo a 6 de Maio de 2008 às 10:42
Eu só comecei a ler este blog á muito pouco tempo, mas do que li para trás gostei!
Quanto ao poema, está o máximo! Deu para rir eu e o resto do pessoal no meu local de trabalho!

Boa semana

Nivea
De Lua a 14 de Maio de 2008 às 15:50
Parabéns, adorei o poema...
E ciática, uns mais outros menos... quem a não tem?

Beijos Lua
De Violeta a 17 de Maio de 2008 às 21:36
Epah, só agr descobri q tinha voltado a escrever aqui! Bem, ciática é lixado. Eu descobri há pouco tempo que se calhar tenho bicos de papagaio. Buáaa! Eu a pensar q essas coisas só davam nos velhinhos... Mal vai a vida! Bem, mas o poema tá do melhor. ah ah ah!

Comentar post

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar