Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007
O Processo....

- O que tens? - pergunto-lhe, preocupado.

- Quero ter outro filho. - diz-me ela.

- Ok. – digo, enquanto me ponho nu.

- Deixa de ser parvo. – diz ela, num tom capaz de acabar com o aquecimento global e levar o Al Gore à banca rota. – Percebeste muito bem o que eu queria dizer. Isto não te preocupa?

- Pá! Isso é stress a mais. – digo, enquanto lhe dou um beijo e a abraço, que eu sei ver quando ela precisa destas coisas.

- Talvez tenhas razão. Mas e se não for? Já estamos a ficar velhos. Daqui a pouco tens 40 anos, eu para lá caminho. Os testes não detectam nada, e entretanto os meses passam a anos, e começa a parecer-me algo cada vez mais distante. E isso deixa-me triste. – diz, enquanto olha para mim. – Estás com os olhos um pouco húmidos! Estás a chorar? – pergunta-me.

- A forma como recordaste os meus quase 40 anos, emocionou-me.

- Pois... – diz ela, enquanto me abraça e me dá um beijo, o que eu deixei pois, mais uma vez via-se que estava a precisar de dar um abraço forte e um beijo a alguém.

- Mas tens razão. – digo eu - Uns gajos bonitos e inteligentes como nós não podem deixar apenas um descendente. Temos que resolver isto, pois temos que garantir que a nossa filha tem ajuda, quando chegar a altura dela compensar o valor das nossas reformas.

- Não vou fazer mais testes nem quero andar em mais consultas. Chega!

- Concordo! Também já estou farto de ter orgasmos para copos. Embora pelo menos eles, nunca se tenham queixado da minha performance...e vou ter saudades dos filmes que passavam para me entusiasmar.... – digo, enquanto suspiro.

- Adoro-te! – diz, enquanto, paradoxalmente, me dá um forte beliscão. – Então vamos avançar de vez com a adopção?

- Claro! Porque razão a nossa filha há-de ser a única a ter o grande privilégio de ser educada por nós?

- Então agora temos que saber o que há que fazer. – diz-me ela.

- É preencher estes inquéritos, que tirei da Net, e depois ir entregá-los à segurança social, com mais uma série de papelada. – digo, enquanto lhe mostro um folheto sobre adopção, e as impressões dos questionários.

- Mas….já tens esses inquéritos? – diz ela, admirada.

- Claro. Entregamos isto, somos depois investigados de alto a baixo, durante seis meses e depois é esperar sei lá quanto tempo pela criança. Por isso, o que temos a perder?

- Investigados?

- Sim. Mas não te preocupes, aquilo é tudo confidencial e as finanças nunca vão saber que pomos no IRS os teus cremes de beleza, como despesas de saúde.

- És doido! – diz ela, enquanto me dava, paradoxalmente, mais um beijo. – E quando é que vamos tratar disto?

- Bom. Eu aproveitei e como para processos de adopção é quase tudo de borla já pedi toda a documentação exigida, pelo que é só esperar que nos chegue no correio. Depois é só ir entregar à Segurança Social.

- A sério? Mas e não me disseste nada porquê?

- São coisas destas que me dão garantias de sexo, pá!

- Ok. Despe-te. – ordenou ela. Coisa que fiz rapidamente, porque sei sempre ver quando ela está a falar a sério, e aí convém sempre obedecer.

- Espero que a rapidez com que te despiste, não seja um mau pronuncio para o que se vai passar. – termina ela, ao mesmo tempo que me abraça.

Esta última frase fez-me pensar (passados 10 minutos e enquanto acabava de me enxugar depois do banho tomado): O que raio tem a ver a rapidez com que me dispo, com um processo de adopção?

publicado por Luis às 13:16
link do post | favorito (1)
De Sofia a 9 de Novembro de 2007 às 14:51
Sr. Casado, este seu novo post seria dos melhores e mais engraçados que já li por aqui, não fosse a lentidão dos processos de adopção... Dois casais da minha família próxima decidiram-se pela adopção e foram anos de demora e angústias. Se o texto é só ficção, parabéns; se se decidiram mesmo pela adopção, parabéns também, mas preparem-se!!! Vai ser preciso coragem!

Bom fim-de-semana e bom dia de S. Martinho!
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



pesquisar