Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2005
O humor da minha mulher....
Sempre que a minha mulher tenta fazer humor acontecem duas situações. Ou eu caio a rir no chão que nem um perdido, ou fico a olhar para ela à espera da parte engraçada que nunca surge. Nesta última situação ela acaba sempre por me chamar nomes aos quais eu acabo sempre por achar uma piada enorme, não tanto pelos nomes em si, mas pela forma como os diz. Parece mesmo que está chateada comigo, o que até sendo verdade, tem uma piada enorme. Bom, tudo isto para dizer que ela tem uma forma de fazer humor um pouco esquisita. A moça realmente tem piada, mas a sua modéstia faz com que, nas várias situações em que dou por mim no chão a rir de algo que ela fez ou disse, comece a olhar para mim como se eu fosse doido e a ameaçar-me com sérias represálias. Reparem num pequeno exemplo do seu excelente sentido de humor: “Amor, o que dizes de nós irmos gozar os dias de férias a que ainda temos direito na casa dos meus pais?” É EXCELENTE. Reparem na sua subtileza, passar uns dias de FÉRIAS com a minha SOGRA numa casa FRIA (e não só porque está lá a minha sogra) e a ouvir durante todos os santos dias as discussões eternas entre os meus sogros. Quando ela diz estas coisas o meu dia fica mais feliz e mais colorido. Penso na sorte que tive em ter casado com uma mulher com um sentido de humor tão refinado. Ela é o sol da minha vida, ela sabe o que me dizer quando me vê cansado e triste. São estas coisas que ela faz que me dão esperança relativamente à nossa relação. O mais extraordinário nisto tudo é que ela se encontra neste momento a fingir que está muito ocupada a fazer uma lista das coisas que quer levar para a casa da mãe durante os “supostos” dias de férias. Esta moça é demais. Mas agora que penso melhor no assunto, há algo que me chama a atenção. Ela, ultimamente, anda a fazer muito humor à volta da sua mãe: “A minha mãe telefonou e mandou-te beijos.” “A minha mãe diz que nos vem visitar em breve e que traz o carro dela para poder andar com a nossa filha.” e outras piadas do género. Está certo que isto é sempre algo que me faz rir imenso, mas uma piada que ande sempre em volta do mesmo também cansa. Bom, ainda não me cansou, mas começo a pensar que qualquer dia tenho que, subtilmente, avisá-la que mais ano menos ano, deixo de achar piada a estas coisas. Porra, um gajo com a idade começa a pretender um humor mais refinado, sei lá, podia começar a pensar em piadas políticas, ou coisas assim que puxem pela sua imaginação. Bom, se forem piadas politicas até não é preciso puxar muito pela imaginação, basta ler os cartazes do partido do Calimero para começar. Os outros também têm boas frases humorísticas, mas não vamos estragar este post, para isso já basta ter falado da minha sogra três vezes.
Agora tenho que terminar porque realmente o humor dela estimula-me o meu amor por ela.
publicado por Luis às 01:45
link do post | favorito
De picarota310172 a 14 de Agosto de 2007 às 17:50
Bem, uma coisa eu percebi: vês a coisa sempre pelo lado bom, e isso é que é importante!!
O teu blog é muito bem disposto, parabéns!
De credito pessoal a 12 de Maio de 2010 às 11:44
De facto uma excelente descoberta.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



pesquisar