casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2005
Os seus passatempos (parte 1)....
Aqui está um assunto que não tem fim. Realmente os passatempos dela são tão variados que cada um deles teria direito a um post diário durante uma legislatura, ou seja, cerca de quatro meses.
Comecemos pela pintura. Trata-se, de todos os seus passatempos, do meu preferido. Porquê? Porque consegue passar o dia inteiro a pintar um bule de chá, ou uma caixa de lata (daquelas onde vêm as bolachas) e não implica comigo por eu passar todo o dia a fazer o que quero, ou seja, sossegado a fazer zapping ou a ensinar nossa filha a patinar, o que me faz rir imenso (eis mais uma razão para comprar bolachas).
Tudo tem que ser estudado até ao mais pequeno pormenor: são os pincéis que têm que ser bem analisados; é a mistura de tintas que tem que ser perfeita; é a preparação do local onde se vai pintar, o qual tem que ficar bem protegido para não ser também pintado; é a escolha da roupa para a pintora; é a escolha da música para lhe dar a inspiração necessária; é a pintura propriamente dita; é a limpeza com diluente de toda a zona onde ocorreu a pintura; é a limpeza dos quinhentos pincéis utilizados; é a sua limpeza para que a nossa filha a volte a reconhecer; é a preparação de uma máquina de lavar roupa com tudo o que ficou sujo com tinta, ou seja, a sua roupa e todos os tecidos num raio de 10 metros em volta do local da pintura; é a lavagem de toda a sala onde ela esteve a trabalhar, à qual, carinhosamente, chamo de sala psicadélica.
Caso o tempo esteja bom e ela tenha resolvido fazer as suas pinturas no jardim, implica pintar o nosso muro de novo e o do vizinho, lavar a cadela do vizinho e respectivo terraço, encharcar a nossa relva para evitar que, mais uma vez, ela morra asfixiada devido à tinta que tem; e mais uma série de coisas que eu não me lembro porque me deito antes das 3 horas da manhã. Se for analisar o tempo de cada uma destas tarefas, a coisa fica assim distribuída:
Análise dos pincéis para realizar a obra de arte- 10 minutos; Mistura de tinta para obter a cor perfeita- 1 a 2 horas (neste tempo estão incluídas os palavrões, os chutos nas latas de mistura e parte da limpeza do local); preparação do local onde vai ocorrer a obra de arte- 3 horas, porque implica forrar todo o espaço, e também a ida às compras para comprar plásticos e fita adesiva para o efeito; escolha da roupa- 30 minutos, porque nem toda a roupa velha pode ficar suja com tinta e tem que condizer minimamente, porque nunca se sabe quando um crítico de arte pode vir a bater à nossa porta; escolha da música- 30 minutos, porque a música, como todos os artistas sabem, vai influenciar o estado de espírito da pintora e condiciona fortemente o resultado final; a pintura, propriamente dita- 10 a 15 minutos, os 15 minutos é quando ela resolve acrescentar uns pormenores maricas à sua “pintura”, como por exemplo umas flores; limpeza com diluente de toda a zona onde ocorreu a pintura- 4 horas, dependendo do número de misturas de tinta efectuadas; tempo gasto nas restantes tarefas (porque já estou farto de pensar nisto)- 6 horas; tempo gasto a chamar nomes ao marido por este se rir com o resultado final das suas pinturas- 1 a 4 horas, dependendo do seu grau de cansaço na execução de todas as tarefas anteriormente citadas.
E assim se passa um fim-de-semana tranquilo. Ando a convencê-la que a cama de ferro do quarto de hóspedes precisa de ser pintada por um profissional, o que é o mesmo que lhe dizer que tem ali material para se entreter durante meses, ou, com um bocado de sorte, anos.

A censura diz que eu sou um exagerado, eu pergunto onde e ela diz-me que eu não me rio tanto assim com o resultado das suas pinturas (por momentos assustou-me).
publicado por Luis às 21:47
link do post | comentar | favorito
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar