casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Terça-feira, 3 de Maio de 2005
A minha maravilhosa mulher.....
Por vezes dou comigo a pensar no que seria a minha vida se não tivesse conhecido a minha mulher. Imagino-me sentado em frente à Tv a fazer zaping e a brincar com o computador. Vejo-me com uma barriga, com a barba por fazer e sem qualquer tipo de cuidado com o que visto. Depois penso no que poderia existir de diferente do actual e é aí que penso na sorte que tenho. Assim hoje, por razões muito especiais, que irei referir um pouco mais à frente, vou falar apenas e só das altíssimas qualidades que a minha maravilhosa e querida esposa tem. Poderia apresentar, como razões para este artigo, o facto de já por diversas vezes ter sido acusado, injustamente, de nunca dizer nada de bom sobre a minha maravilhosa e esplendorosa esposa, mas isso seria admitir, implicitamente, algo que é completamente falso, ou seja, que a minha mais que tudo, que a minha razão de viver, que o meu sol, só tem defeitos. Obviamente que isso é falso. É claro que como qualquer ser humano também os tem, mas quem sou eu para os apontar e/ou criticar? Eu, que só tenho é que beijar o chão que ela pisa e agradecer todos os dias a Deus (se não fosse ateu era o que fazia) por ela nunca se esquecer de me acordar, com o som melodioso do seu despertador e da sua bela voz enquanto canta canções angelicais.
As razões desta artigo são muito mais profundas e resultam de uma profunda introspecção, após um diálogo muito simples que tivemos ontem, o qual eu passo a transcrever:
- Amanhã, quando a tua irmã me telefonar, vou-lhe dizer que finalmente comprei a prenda dos seus anos, a qual TU JÁ DEVIAS DE TER COMPRADO HÁ UM MÊS. – diz ela com uns olhos tristes e um pouco zangados, mas lindos. Sim, porque ela tem uns olhos maravilhosos e eu nunca aqui referi isso.
- E porque razão é que a minha irmã te vai telefonar exactamente amanhuuuuumm….? – comecei eu a perguntar, àquela linda Deusa que me encanta e enfeitiça todos dias, quando me lembrei que o amanhã (hoje) é o dia em que o mundo deveria de parar, por neste dia ter nascido o extraordinário e fantástico ser humano, que escolheu passar metade da sua vida, a aturar um simples e mero mortal que, como tal, tem inúmeros e horríveis defeitos, um dos quais é o de se esquecer, constantemente, de comprar uma prenda que seja digna da excepcional mulher, mãe e amante, com a qual ele tem a sorte de viver 365(6) dias por ano. Aliás, o meu problema é exactamente esse:
Não existe, no mundo, prenda que consiga, de uma forma clara, demonstrar a importância que a minha mulher tem para mim.
publicado por Luis às 13:03
link do post | comentar | favorito (1)
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar