casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Quinta-feira, 4 de Agosto de 2005
Férias 1…..(no reino de Espanha)

O que dizer da primeira semana de férias…..Começou com uma viagem de 8 horas, ou seja, 8 horas enfiado no carro com a minha sogra. Não sei se já alguma vez aqui referi isto, mas a minha sogra consegue ter uma opinião formada sobre todo e qualquer assunto, seja ele engenharia espacial ou economia doméstica, o que implica que consegue encontrar assunto, quer por ver uma mosca no carro, quer no facto de eu a mandar calar.
Cheguei à conclusão que, afinal quem está a gozar em grande as férias é o meu sogro, o qual, sempre que lhe telefonamos, insiste em falar comigo, e depois quando me passam o telefone, não me diz nada e passa todo o tempo às gargalhadas (no entanto, de dia para dia elas estão a baixar de tom, não sei se o facto de eu lhe fazer a contagem decrescente dos dias que faltam para regressarmos, terá algo a ver com isto, mas estou desconfiado que na véspera de partirmos irei ouvir choro em vez de gargalhadas). Não sei se também já mencionei que ela (a minha sogra) está no mesmo apartamento que nós, pelo que…...(não vou chorar…..não vou chorar…...não vou chorar…..)
Mais coisas giras. Também já cá está a irmã da minha mulher e respectiva família (duas adolescentes histéricas e um puto viciado em playstation). A adolescente mais velha (ver crónica das férias do ano passado) só pensa no seu querido namorado (o qual, incrivelmente ainda é o mesmo) então passa as noites a tentar cravar os pais, E O TIO para lhe darem dinheiro para o cybercafé, onde fica horas no MSN. Penso que ela já percebeu que prefiro dar-lhe dinheiro para ela ir para a Net, do que ficar a ouvir as suas aventuras “fantásticas” com o seu KIKI (Kiki…..hahaha):
- E depois o Kiki fez isto e mais aquilo, e ele é o maior porque conseguiu pintar dois metros de cerca durante uma manhã e…blá blá blá e tecatecateca….
O que vale é que é tudo em Francês e eu, felizmente, não percebo metade do que ela diz, limito-me a rir sempre que ouço KIKI.
Em termos educacionais continua igual ao ano passado, embora agora já não grite tanto, pois passa quase todo o tempo com o leitor de MP3 enfiado nos ouvidos, só o tirando quando é para pedir algo aos pais ou aos tios, do tipo:
- Emprestas-me o teu carro para depois eu e o KIKI (pausa para me deixar rir) irmos para o Algarve? - disse-me ela uma vez.
Parece que o Kiki (pfffii) vai ter com ela a Portugal e que depois vão para o Algarve, mas pobres deles não têm carro para a viagem e aparentemente, em França, não existem transportes públicos, pelo que não os sabem usar. Assim, acham que a forma mais fácil é cravar o carro ao tio. Quando finalmente se apercebeu que as minhas gargalhadas representavam um não, começou a cravar dinheiro aos pais para que estes lhe alugassem um carro. Já perguntei à minha cunhada se já passou todos os seus bens para o nome da filha e se a filha já encontrou um lar para a pôr, mas aparentemente a ironia não foi entendida.
Com o meu cunhado as coisas são mais simples, como ele não percebe português e eu não tenho paciência para estar sempre a falar francês, sempre que nos vimos, ele cruza os braços, facilitando assim o meu contacto com ele, e eu começo a assobiar, ficando, desta forma resolvido um eventual problema de comunicação que poderia existir. Enfim…..têm sido umas férias de sonho. Mas nem tudo tem sido mau. Como estamos no hotel em regime de tudo incluído, basta mostrar o cartão para me darem tudo o que eu quero. Gosto de fingir que sou um agente secreto tentando passar despercebido. Basta mostrar o meu cartão para os meus cúmplices me darem tudo o que quero. Mas por mais despercebido que eu tente passar, a minha mulher encontra-me sempre e começa com secas sobre o aumento da minha barriga “…e que no ginásio do hotel o cartão também funciona….e que podia ir para a sauna….e que devia era fazer hidro-ginástica….e…” sei lá mais o quê. Ou seja, em vez de fazer coisas (comer e beber) que me dão a sensação de que parte do dinheiro que gastei está a retornar, de outras formas, para dentro de mim, na opinião dela, deveria de aumentar a sensação de perda……HHHAAAA!!!

publicado por Luis às 18:29
link do post | comentar | favorito (1)
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar