casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Domingo, 13 de Maio de 2007
Brincadeiras com os Playmobil.....

Pai que é pai tem que ter tempo para brincadeiras com os seus rebentos, uma das preferidas da minha filha é bulhar comigo. Aliás, esta é também uma das brincadeiras preferidas da minha mulher (no caso dela é mais implicar, mas vai dar ao mesmo). Tanto num caso como noutro finjo que sou muito fraquinho e deixo-as ganhar, até porque se isso não acontecer fazem birra: “Tu não és o dono da verdade.” diz a minha mulher, nessas ocasiões.

Outra das brincadeiras que a minha filha gosta e que descobriu recentemente, foram os playmobil. Este fim de semana, tivemos uma maratona de playmobil, enquanto a mãe trabalhava na sua tese. Aqui mais uma vez, e embora a tenra idade da moça, saltam à vista as diferenças entre homens e mulheres. A moça escolheu a boneca mais maricas, construiu uma casa, colocou a mobília nos sítios certos, definiu o que eu, como boneco macho, podia ou não fazer, colocou-me fora de casa por não querer cumprir determinadas regras e, no fundo, fez do meu boneco o que queria. Senti-me tão embrenhado no meu papel e com uma empatia tão grande para com o pobre boneco que dei por mim a despejar impropérios menos dignos para o mundo dos bonecos. Tal como acontece na realidade, o meu boneco ficou de castigo e não pode assistir ao desfile das Barbies, tendo sido obrigado a ficar em casa, sem poder ver televisão. Por considerar que o boneco não tinha que ser ignorado desta forma, manifestei a minha profunda indignação, e disse que ia formar a minha própria tribo de playmobil. Agarrei então numa série de bonecos e objectos desprezados e fui construir a minha cidade para um dos cantos opostos do quarto, e foi então que a guerra estalou:

- Pai, não podes falar mais baixo? Os meus bonecos estão a dormir.

- Desculpa, mas já é de manhã. Os meus bonecos estão-se a preparar para ir trabalhar.

- Pois, mas os meus ainda precisam de descansar, pois estiveram toda a noite a limpar a porcaria que os teus bonecos deixaram, quando se foram embora. - diz ela, provocando-me.

- Os meus bonecos podem ser mais porcos, mas também são mais divertidos do que os teus.

- Não são nada.

- São sim. Olha para eles todos contentes.

- Os meus também estão contentes, pois agora estão sossegados e não têm que aturar os teus.- continua a provocadora.

- Sim, está bem. Deixa-me em paz. Os meus bonecos têm que ir para o trabalho.

- E o que é que eles fazem?

- Caçam os teus bonecos.

- MÃÃÃÃÃÃÃÃEEEEEEEEE!!!!!!


E por mais que eu tentasse explicar as provocações a que fui sujeito, e que, na falta de um irmão para a arreliar tenho que ser eu, como educador, a desempenhar esse papel, continuei a levar uma seca sobre idades e qual é, no entender muito limitado da minha mulher, o único papel que devo desempenhar.

publicado por Luis às 21:55
link do post | comentar | favorito (1)
|
20 comentários:
De eskisito a 14 de Maio de 2007 às 00:07
O verdadeiro instinto masculino. Mas, cheira-me que também perdeste esta batalha.
Gostei da parte do : "os meus boneco passaram a noite inteira a limpar a porcaria que os teus deixaram." Constumo ouvir isso umas quantas vezes...hehehe
Um Abraço
P.S. Tenho de perder esta mania de ser o primeiro a comentar os teus posts.
De Ana Rita a 14 de Maio de 2007 às 11:15
LOL

Tens uma filhota divertida e com sentido de imaginação!
De sdcs a 14 de Maio de 2007 às 11:56
... Bom, a brincadeira foi gira, inteligente, emotiva e de uma imaginação extremamente fertil , sem dúvida...

"...continuei a levar uma seca sobre idades e qual é, no entender muito limitativo da minha mulher..."

Simplesmente fenomenal, diria ao ponto, quase que, extremo, de uma descrição sucinta e metodicamente funcional do sexo oposto.... eheheheh !!!

Cumps
De Passo a 14 de Maio de 2007 às 15:26
hum ... pegando nas tuas palavras pq n incutes na exelca esposa a necessidade de em vez de ela estar a fazer a tese n arranjam um manito pa miuda??? assim ias mante-las ocupadas durante uns tempos :P heheheehhe ou não o mais certo era sobrar pa ti :s tens de comecar a convidar as amigas da miuda a virem brincar la pa casa ;)
De Costinhas a 15 de Maio de 2007 às 14:56
Cheguei aqui através de um link e adorei este relato.

Obrigada pela gargalhada :)
De Sofia Caeiro a 15 de Maio de 2007 às 15:36
Parabéns pelo Blog, em cada post solta-se uma gargalhada.
De Maria João a 15 de Maio de 2007 às 15:37
Adorei!

No serviço ficaram todos a olhar para mim, tal foi a gargalhada que dei!


De Rita a 15 de Maio de 2007 às 16:12
Cheguei aqui por acaso e desde então já li tudo desde o princípio. Adorei, é mesmo um blog que deveria ser obrigatório ler todos os dias (se bem que o sr. não tem posts todos os dias - para infelicidade minha).
Ainda estamos a brincar com os Playmobil?
De Gato_LIK a 15 de Maio de 2007 às 18:00
Tenho uma experiência para fazeres:
Depois de te despedires da mãe passa pela filha dás-lhe um beijo e dizes já com um pé fora da porta: “-Estas a ficar gorda, sais à mama.”

Depois conta como foi.
De rute a 16 de Maio de 2007 às 11:17
Cá para mim existe ai uma vontade de mandar vir um mano, hummmmm
delicioso.
beijos

Comentar post

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar