casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Segunda-feira, 3 de Abril de 2006
Perdidos (parte2)....
Eis o que se passou depois:
- Temos que traçar o azimute. – começou logo por dizer a amiga da nossa amiga, enquanto tentava perceber porque raio lhe tinham dado um mapa para as mãos.
- Olha que flores tão bonitas. – disse a nossa amiga.
- Espero que não nos tenhamos que sujar muito. – disse a minha mulher enquanto olhava para o pessoal que estava a terminar a prova e que vinha todo cheio de lama.
Bom, eu e o meu colega de infortúnio olhámos um para o outro, suspirámos, encolhemos os ombros e dissemos:
- Embora. É por aqui.
- Já traçaram o azimute? – perguntou a amiga da nossa amiga, enquanto olhava para o seu mapa.
- Por aí não há flores silvestres. – disse, triste, a nossa amiga.
- Pois. Só há lama. Vão vocês. Nós vamos por outro lado. – disse a minha mulher.
- Mas nós é que temos as bússolas. Sem bússola têm que nos seguir. – disse-lhes o meu ingénuo companheiro.
- Olha para ele!!! Se não começas já a ter controlo no homem, ele vai pensar que tu tens que o seguir sem pensar. Conheço o género. – diz a minha mulher para a nossa amiga.
- Pois, tens toda a razão. – responde-lhe esta, virando-se depois para o seu namorado e dizendo – Não comeces já com esses machismos. Nós é que tivemos a ideia de participar, por isso dá-nos uma bússola e nós vamos por outro caminho.
- Mas nós é que temos o chip. – digo eu.
- E têm o azimute traçado? – pergunta a amiga da nossa amiga.
- Bom, isso não interessa. Nós somos capazes de nos orientar tão bem, ou melhor, que vocês, por isso, levem o chip que isso não nos interessa. Vão ver que ainda vamos chegar primeiro que vocês. – disse a minha mulher.
- Mas porra. Não era suposto sermos uma equipa? – digo eu.
- Vocês estão armados em parvo e pensam que nós temos que vos seguir. Se quiserem venham vocês atrás de nós. Mas nós não vamos por aí. – responde a minha mulher.
Não vou referir a troca de palavras, menos amistosa, que se seguiu, mas o resultado foi: homens para um lado, mulheres para outro. Ficou combinado que elas deixariam uma flor em cada estação, para provarem que tinham lá chegado primeiro que nós.
Após duas horas, terminámos o percurso e depois de uma hora de espera, resolvemos ir à procura das mulheres. Estavam divertidíssimas, com uns putos da academia militar, os quais as estavam a ajudar a chegar às estações sem se sujarem e passando pelas zonas com as flores mais bonitas. Um deles estava pacientemente, a explicar à amiga da nossa amiga o que era um azimute. No caminho de volta, enquanto nós, cansados queimados pelo sol e sujos de lama, vínhamos calados, as nossa companheiras não se cansavam de falar da simpatia dos militares, enquanto partilhavam as fotos digitais que tiraram (sim, levaram câmaras fotográficas para a prova) e faziam a distribuição dos ramos de flores silvestres que tinham apanhado. A coisa só terminou mal quando elas nos informaram que já nos tinham inscrito (a nós e a elas) para uma outra prova que vai ter lugar no inicio de Maio, e a amiga da nossa amiga garantiu que nos vão ganhar porque agora já sabe traçar o azimute. Digamos que o azimute foi enviado para certos sítios e serviu para ilustrar, de uma forma bem clara, o que pensávamos delas naquele momento.
publicado por Luis às 18:28
link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De Manuela a 3 de Abril de 2006 às 21:26
Só mesmo um homem para não perceber a beleza das flores... e ter paciência para esperar uma hora pelas donzelas!!! Mas convenhamos qiue o azimute não é fácil!!!! Vá lá, pelo menos um fim-de-semana divertido... para elas que conheceram uns simpáticos e prestimosos militares!!!! Na próxima prova pode sempre levar a sogra e dizer-lhe que se oriente com o azimute ;)
De Brisa a 3 de Abril de 2006 às 22:16
Em Maio leva-me!!!!
Não sei traçar o azimute...
gosto de flores silvestres...
não conheço cadetes da Academia Militar
e tenho uma máquina fotográfica digital
Estou perfeita para essa equipa!
Ah e, promenor sem importância, tenho um casado que também posso levar... pelo seu comportamento vai-se dar bem com o sector masculino da equipa concerteza! ;)
De marta a 3 de Abril de 2006 às 22:20
As mulheres são fantásticas!!Sem elas este post não teria piada nenhuma...Na próxima,elas que levem uma grade de azimutes ;))
De inimaginavel a 3 de Abril de 2006 às 22:39
E não podemos ver as fotos? :)
De Luis a 4 de Abril de 2006 às 12:32
O máximo que posso deixar é a página com os resultados, embora lá estejam os nomes das mulheres que SUPOSTAMENTE faziam parte da nossa equipa.
Fico contente por ver que ficámos à frente de um puto da academia militar e logo num trajecto dificil e longo.
http://www.fpo.pt/calendarios/Resultados_2005-2006/EvoraSab.htm
De NaRiZiNHo a 4 de Abril de 2006 às 14:42
LOL LOL LOL LOL
Aiiiii 'tou que nem posso!!!!
Já algum tempo que te leio, mas o tempo é sempre curto para deixar um piqueno "Olá" :).
Não há post que leia neste blog que n me deixe bem disposta e a rir-me como uma perdida :D.
Por vezes leio partes em voz alta ao Casado cá da casa, já que ele é uma pessoa mt ocupada e não tem grande tempo para isto e ele só diz: "Alguém que me entende!" :P
Continua assim ;)
:-*
De Anónimo a 4 de Abril de 2006 às 23:46
Cada um tem o que merece!
Já agora! Para a próxima leve a sogra também. Isto sem sogra...

PS: os homens têm muito mau perder.Alguma vez lhe passou pela cabeça que uma mulher se inscreva numa dessas cenas de orientação para levar a coisa a sério?!! nós não precisamos de treinar! por isso é que vos levamos!
De TomTom a 5 de Abril de 2006 às 22:23
Cada um limita-se a cavar a sua própria sepultura
Uns melhor, outros pior
De kuka a 6 de Abril de 2006 às 09:50
E já te certificaste da existência de algum quartel nas imediações da próxima prova?Tantas vezes vai o cântaro à fonte,até que...É preciso muito cuidado.
De kuka a 6 de Abril de 2006 às 09:51
E já te certificaste da existência de algum quartel nas imediações da próxima prova?Tantas vezes vai o cântaro à fonte,até que...É preciso muito cuidado.
De Rantanplan a 6 de Abril de 2006 às 11:33
Fartei-me de rir. Muito bom!!!
De maria a 6 de Abril de 2006 às 15:15
hehehehe.....VIVAM AS MULHERES!!!...(desculpe a gritaria).....:(

Comentar post

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar