casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Terça-feira, 7 de Setembro de 2004
Uma visita ao banco....

Pois, hoje tive que ir ao banco levantar o PIN do cartão multibanco (devido à perda da carteira). Cheguei ao balcão e estavam três pessoas à espera e uma data de pançudos em frente ao balcão a olharem para o computador. De vez em quando um levantava-se e ficavamos na expectativa: "Será que nos vem atender?" Mas não, ia falar com o pançudo do lado e ficavam os dois a olhar para o computador. Depois de alguns minutos a olharem para o computador, de falarem um com o outro e de alguns risos, eis que se dirige para o seu local passando muito perto do balcão, estando nós já preparados para o receber. Mas não.... voltou para a sua secretária. Depois foi a vez de outro pançudo e assim se passaram uns largos minutos. Ao olhar em volta reparo nas câmaras de vigilância a apontarem para o balcão e começo a teorizar. Eis então a minha teoria sobre o atendimento ao público da CGD cá do sítio: Os pançudos divertem-se a fingir que nos vão atender e aquele que nos conseguir iludir melhor (levando-nos, por exemplo a balbuciar: "Eu...") é o que ganha o grande saco de dinheiro resultante das apostas dos sádicos que nos estão a ver do gabinete do gerente através das câmaras de vigilância. Estes sádicos, entretanto vão enviando o ranking para os computadores dos pançudos e eles vão discutindo o mesmo dizendo "Viste. Consegui que o parvalhão falasse. Quantos pontos subi no ranking? Só isso... Sovinas." e o outro responde "E a velha desta manhã. Viste a seca que ela levou. Sempre que eu me levantava dizia - Menino, por favor, eu não sei ler, queria levantar a minha pensão para ir à farmácia. - O que a gente se riu com o número de vezes que o raio da velha disse isso."
É óbvio que são apenas teorias que eu cá não quero chatices com os gajos que guardam o meu dinheiro.

publicado por Luis às 13:51
link do post | comentar | favorito
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar