casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Quarta-feira, 8 de Setembro de 2004
Ser pai.....
Ser pai nos dias de hoje é do melhor que existe. Não dá trabalho nenhum. Basta ligar a TV pôr um DVD a correr e pronto. Ou então, se a criança chatear muito para sair, ir ao jardim ou à biblioteca e, enquanto se vai fazer outras coisas importantes (sei lá, ir beber café para uma esplanada o mais longe possível do rebento) deixá-lo a fazer a sua ginástica diária que consiste em criar um coro infantil de crianças a chorar graças à porrada e ao arruinar das brincadeiras. Caso não se esteja com muita paciência para sair, gritar com ela para ir brincar sozinha. Lá vai então a criança para a rua andar de bicicleta. Que importa que só tenha 5 anos? Quanto mais cedo aprender que na vida é cada um por si mais garantias de sucesso vai ter (pode até chegar a dirigente político) de qualquer forma sempre se ficam com umas horas de descanso para ver a novela e depois, quando nos lembramos que temos um filho, toca de ir bater às portas dos vizinhos à procura do rebento, o qual se encontra muitas das vezes na minha casa (onde estranhamente, ou talvez não, se porta extraordinariamente bem). Se a criança continuar a dar muito trabalho sempre temos o médico ao qual podemos recorrer, pois de certeza que se trata de uma criança hiperactiva e com uma inteligência acima da média (sim, porque só uma inteligência superior é que se lembra de espalhar óleo pela casa, por razões que os menos dotados, como eu, nunca conseguiremos atingir). Felizmente existem uns xaropes que tornam a criança calma e nos permitem saber porque razão é que a Maria está tão chorosa na novela da tarde. Castigos? Palmadas? Isso é restringir a criatividade das crianças. Se não vai lá com gritos e berros então é porque a criança é especial. Que importa que ela bata nas outras crianças e nos próprios pais?. Que importa que berre e faça birras? Que importa que não veja para além do seu umbigo? Que importa que não seja responsabilizada pelos seus actos? De qualquer forma, não é o laxismo que impera na nossa sociedade? Começo a pensar que a nossa filha não está adaptada a este mundo. Mas a culpa não é nossa. A CULPA É DOS NOSSOS PAIS, FORAM ELES QUE NOS EDUCARAM E QUE NOS INCUTIRAM TODOS OS VALORES ERRADOS OS QUAIS ESTAMOS AGORA IMPELIDOS A TRANSFERIR PARA A NOSSA FILHA. AVÔS DESGRAÇADOS. Como é que ela pode competir no mundo com os valores que nós ERRADAMENTE lhe tentamos transmitir? Não a deixamos gritar connosco. Não a deixamos bater em nós. Ensinamo-la a respeitar todas as pessoas, sejam elas roxas, verdes ou azuis. Não a deixamos bater nos outros quando não consegue que os outros façam o que ela quer. Gostamos de falar com ela sobre o que fez durante o dia (de bom ou de mau). Exigimos que ela peça desculpa a toda e qualquer pessoa e de qualquer idade que ela magoe por querer ou sem querer. É responsabilizada por todas as suas acções, boas ou más. E mais uma série de mariquices que nós, pais chatos, temos a mania de considerar como importantes. E no fim de isto tudo, se ela quebrar qualquer uma destas regras, fica de castigo e, horror dos horrores, se for caso disso, leva umas palmadas.
Para finalizar. Há quem diga que nós é que temos sorte com a filha que nos calhou. Sim, porque antes de nascerem alguém manda uma moeda ao ar e atribui o carácter de uma forma aleatória aos recém nascidos.
Afinal ser pai ou mãe não dá trabalho nenhum.
P.S.- Não estou a falar apenas de uma criança mas sim de várias que encontro quase diariamente nas compras, nos jardins, na biblioteca e por aí (e não só em Portugal).
publicado por Luis às 13:54
link do post | comentar | favorito
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar