casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Terça-feira, 5 de Outubro de 2004
O seu orgulho, ou seja, as suas birras.....
Não demorou muito. As chatices chegaram pouco tempo depois dela. O seu famoso "orgulho" deu sinais de vida mais depressa que eu matei as saudades do sexo. Mais uma vez, a simplicidade das mulheres veio ao de cima. Porque razão é que eu tenho que ser obrigado a esperar sempre por ela? Mesmo quando ela mete na cabeça que, primeiro, tem que arranjar a bainha da roupa com que quer sair e eu sou obrigado a aturar isso e a apanhar seca da sua mãe. De forma, que quando me decidi ir embora sozinho, começou o seu “orgulho” a funcionar. “Se vais sem mim, vais a pé e levo eu depois o carro.” – disse com os olhos a faiscarem. “Está bem, então levas depois estes sacos que são pesados.”- disse eu, com a ingenuidade que me caracteriza. “Se é assim, levas tu o carro e vou eu a pé.” – retorquiu ela. Bom, depois de ter pensado um série de asneiras e como sou um gajo simples, fiquei sem saber afinal, qual das opções é que ela queria. Optei por ir eu a pé e deixar-lhe o carro. Qual a minha surpresa (sim, ainda me surpreendo com as suas birras…upss, perdão….com o seu orgulho) quando ela chegou a pé e (por razões que eu ainda não entendi) com as chaves do carro na mão. Conclusão: tive que voltar a pé para ir buscar o carro e as minhas coisas e tive a lata de ficar chateado com a “brincadeira inofensiva” dela. Sim, porque sou deeeeennnsoooooo, como ela tanto gosta de salientar, chateio-me com coisas simples (como por exemplo, o facto de ter que andar mais 2 km do que tinha previsto) que nem sei a sorte que tenho por ter uma mulher com um espectacular sentido de humor e que não leva a sério as minhas birras. É, sou mesmo eu, o gajo cheio de sorte. Lembro-me que quando ia a pé buscar o carro, me estava a lembrar exactamente disso, da minha sorte. Infelizmente não encontrei ninguém no caminho com quem a pudesse partilhar, sei lá, alguém que me tentasse assaltar, ou algum governante do nosso país, pessoas a quem conseguisse mostrar, de uma forma clara e essencialmente física, o quando estava feliz com a minha sorte.
Tenho que confessar que, mais vezes do que gostaria, não faço a mínima ideia do que se passa na cabeça dela (ainda se tivesse com o período...). A sua teoria em relação à forma como tem que lidar com as suas frustrações, é algo de extraordinário. Segundo a sua famosa teoria (enquanto estou a escrever isto estou a ter uma visão do inferno…a minha sogra está a vasculhar um móvel mesmo à minha frente e só se vê o seu ENORME traseiro….) todos nós temos que tentar eliminar o mais depressa possível as nossas energias negativas, para que as mesmas não condicionem a nossa vida. Sim senhor, concordo perfeitamente. Só existe um pequeno problema: PORQUE MERDA DIVINA É QUE SOU EU O ESCOLHIDO PARA RECEBER TODAS AS SUAS FRUSTRAÇÕES?
Bom, acho que vou seguir o seu exemplo e tentar ser menos denso. Sei lá, vou passar a olhar mais para as gajas boas e mandar uns piropos à macho. Ou talvez despejar as minhas energias negativas como um verdadeiro macho, dando-lhe porrada quando ela me aparece com os seus cozinhados à frente. Não sei, tenho que pensar seriamente nisto, pois a última coisa que quero é ser um gajo denso. Para além disso quero aproveitar bem o seu excelente sentido de humor. Como? Talvez amanhã me sinta tão leve, mas tão leve, que me esqueça de esperar por ela na ida para o emprego e ela tenha que se desenrascar sozinha, afinal são só 25 Km e como ela gosta tanto de andar a pé.......
publicado por Luis às 15:49
link do post | comentar | favorito
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar