casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Segunda-feira, 11 de Outubro de 2004
Traumas de pai.....
Ando a passar mais tempo sentado, quando estou em casa, do que aquilo que é normal. À partida até que não parece razão para me queixar, mas sim para agradecer. Pois, mas o que está por detrás disso não foi o facto da minha mulher assumir, finalmente, que eu merecia o descanso e que ela é que deveria fazer como outras mulheres que conheço e deixar-me descansar sossegado. Não é essa a situação, infelizmente. Trata-se antes da minha filha estar-me a desprezar desde que a mãe chegou da viagem. Começou de uma forma muito suave, no dia da sua chegada (o que entendi como algo normal) mas continuou pela semana toda. É a mãe para isto, é a mãe para aquilo, e a minha mãe é que é boa, e não dês beijinhos à mãe que ela é só minha, e és um chato, estás sempre a chatear a mãe e não quero que tu me faças isso, porque a mãe é que sabe. Fui inclusive, ultrapassado no meu trabalho de merda, que consistia em lhe limpar o rabo depois dela cagar. Até nisso. Acho que não posso descer mais baixo. Bom, por acaso até posso, vou-lhe comprar um DVD novo da Barbie, não é algo que eu me orgulhe mas….Para além disso ando a enviar mensagens muito subtis sobre o aspecto da mãe insinuando certas parecenças com a personagem que ela mais teme e que nem consegue ver seja na TV ou em livro (e não estou a falar do nosso primeiro, esse assusta-me é a mim) a Bruxa Má da Branca de Neve: “Já reparas-te como a mãe tem o cabelo esquisito quando acorda de manhã? Não te faz lembrar a bruxa má?”; “Olha, lá está ela a oferecer-te fruta para tu comeres, não te faz lembra nada? A branca de neve deu uma dentada na maçã que a bruxa má lhe deu e depois ficou a dormir muito tempo.”; “Olha como ela ralha com o pai. Parece mesmo a bruxa má a gritar com a branca de neve.” Até agora não tem resultado muito bem: Deixou de comer fruta e os dias de sexo com a minha mulher diminuíram drasticamente. Mas eu não desisto… (esta faz-me lembrar alguém). Já estou a pensar nas minhas próximas acções de propaganda eleitoral. Para além de substituir todas as fotografias da mãe por imagens da bruxa má, estou a pensar organizar um debate político cá em casa entre eu e a minha mulher, para ver quem é que está disposto a fazer certas promessas pela nossa filha. Sim, porque eu já lhe prometi fazer batatas fritas todos os dias e se for preciso várias vezes ao dia.
De qualquer maneira isto está a dar cabo de mim. Já lhe disse que se ela não gosta de mim vou-me embora de casa, mas a única resposta dela foi: “Vai, mas depois não te esqueças de me trazer uma prenda.” Estou a pensar seriamente esconder-me durante uma semana para ver se volto a ganhar o meu estatuto, porque ser assim desprezado por ela é demais (o facto de nem servir para lhe limpar o rabo deixa-me de rastos). Que mais posso eu fazer?
publicado por Luis às 22:03
link do post | comentar | favorito
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar