casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2004
As mariquices dos homens.....

Pois bem. Chega de ler os comentários ao meu último artigo (prefiro dizer artigo porque dá um ar mais científico). Que raio de coisa. Não basta a censura cá em casa? Porra, só por causa de ter escrito que ela era maricas no dia a seguir tinha à espera, não um, mas dois cestos de roupa para estender. Assim, e para evitar mais represálias da censura (para breve está previsto a criação do blog: Vida de Casado, versão completa e sem censura) resolvi hoje divagar sobre as mariquices dos homens.
É óbvio que nós, os homens, também temos as nossas mariquices. É óbvio que também poderia falar nelas aqui neste blog. É óbvio que isso poderia dar-me alguns pontos junto da minha cara metade, e evitar que voltasse a sofrer novamente represálias. Mas uma das mariquices dos homens é não lidar com o óbvio. Nós preferimos o risco. O risco motiva-nos. O gosto pelo risco faz com que nós tenhamos coragem para dizer algo sobre o seu aspecto de manhã (após uma noite de tosse, fungadelas e espirros) só para ver o que nos espera, aguentando estoicamente (porra, há muito que queria usar esta palavra) as pesadas consequências daí resultantes (o peso, neste caso, corresponde à versão completa das histórias da Mafalda, de Quino, que é o seu actual livro de cabeceira, e que, na minha opinião, lhe deveria de aguçar o seu sentido de humor e não servir como arma de arremesso).
Bom, mas continuando. De que mariquices inofensivas é que eu posso para aqui falar? Li num dos comentários que os homens são mais maricas que as mulheres quando estão doentes. Isso é uma pura mentira. Diz-se às tantas, algo de parecido com isto:“…basta os homens estarem com 37º C de temperatura, para se começarem a queixar.” AAHH. Minha cara tounalua, essa é apenas e só, uma das tácticas que nós temos para apelar ao vosso instinto maternal e protector com o objectivo de vos levar para a cama. Aliás, esta é uma das melhores tácticas, porque assim, depois do sexo, podemos virarmo-nos para o lado para dormir e em vez de levarmos a habitual seca sobre os porquês dos homens adormecerem depois do sexo, levamos um beijinho e um aconchego.


P.S.- Para quem disse que não acreditava que eu fiquei contente por a minha mulher ter ficado afónica, eis o meu comentário: Claro que não fiquei. Afinal ela só ficou afónica durante parte da noite, o que obviamente não é motivo para ficar contente durante muito tempo. Ok. Agora mais a sério. Para as pessoas que estão preocupadas com ela, fiquem descansados. Hoje de manhã já conseguiu berrar comigo, só por eu ter posto os collants da nossa filha do avesso (sinceramente, para mim, as flores dos collants ficavam muito mais bonitas em relevo).

publicado por Luis às 22:39
link do post | comentar | favorito
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar