casado

Ver perfil


RSS


Façam-me Feliz

Google

Fogueira de Vaidades

Comercial.mp3
Antena3.mp3
JornalismoPortoRád...

visitas obrigatorias

casado

Diário de bordo 6346...

Diário de bordo 3635...

Diário de bordo 345

Diário de bordo número qu...

Diário de bordo...4

Diário de bordo...3

Diário de bordo...2

Diário de bordo...

Mas que raio....

Mais uma mulher na minha ...

casado

Domingo, 7 de Agosto de 2016
Diário de bordo 6346...

-Porque é que vieste connosco? Não te percebo. Estás cheio de bolhas... Chato.... De manhã pareces um grunho quando alguém fala contigo. Não acreditas em nada disto. O que estás aqui a fazer?

- Porque estamos de férias e é o único tempo que temos para gozar só os dois sem o trabalho a chatear. E ficar uma semana sem ti era muito para mim. No fim de contas a minha fé está em nós - respondo.

- Ó amor....

Depoisde uma caminhada onde ela se chateou comigo e onde no fim eu sabia que, pela primeira vez numa semana, íamos ter um quarto só para nós, ia dizer o quê? Que estou aqui porque senti a necessidade básica de me armar em macho que tem que cuidar da sua fêmea?

publicado por Luis às 14:53
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 6 de Agosto de 2016
Diário de bordo 3635...

Esta noite acordei com a minha mulher a sair do quarto com a mochila às costas. Olhei para o beliche do lado e o sargento-mor ainda ressonava, pelo que ainda não tinham passado as três horas de sono a que temos direito.

Entretanto começo a ouvir alguém a assobiar do lado de fora. Vou à janela e está um moço a mandar pedrinhas à casa de banho para onde eu vi a minha mulher ir. Começo a pensar que se calhar ainda estou a dormir e que aquilo é um sonho estranho, resultado do cansaço acumulado.

- Já estás acordado? - grita o sargento-mor - Ainda temos mais 45 minutos de repouso. Se eu fosse a ti aproveitava. - diz virando-se e começando imediatamente a ressonar.

- Estás a ser enganado. -Começam a dizer as vozes que passei a ter na minha cabeça.

- O melhor é fazeres alguma coisa. - continuam elas.

- Mas que merda. Eu apenas levei a mochila para a casa de banho para não vos acordar ao procurar o repelente de mosquitos. O que se passou contigo para fazeres isto ao moço? - pergunta-me ela enquanto se esforça para reanimar um italiano alcoolizado que aparentemente se enganou na janela onde queria bater.

Não me preocupou tanto o estado em que deixei o moço, pois entre as minhas faltas de força, causadas pelas marchas, e a bebedeira dele, nada de especial aconteceu.

O que realmente me preocupou foi o entusiasmo e a gritaria que davam as vozes na minha cabeça numa viagem que deveria ser zen.

publicado por Luis às 17:32
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Agosto de 2016
Diário de bordo 345

Na etapa de hoje consegui um feito incrível: ultrapassei uma velha no caminho. A velha pensava que eu não lhe dava luta, tanto assim que, na sua arrogância, chegou a parar duas vezes para fingir que se assoava só para ver o meu suor e o meu desespero. Mas mesmo na reta final consegui passa-la, quando fingiu parar mais uma vez para aquele que foi o seu último assoar, porque depois ela entrou na sua casa e eu segui o meu caminho.

Quando contei esta minha façanha aos meus companheiros de viagem, quando os apanhei já almoçados no albergue, tentaram ridicularizar a mesma, dizendo que se calhar a velha tinha asma ou mesmo tuberculose em último grau. Eu refutei tudo isso dizendo-lhes que eu ia carregado com a mochila, ao contrário da velha que só levava um par de muletas.

Não vou aprofundar o diálogo que se seguiu pois não fica bem neste meu diário que se quer espiritual/zen, mas nele foi referido que todas as velhas que fazem o caminho passam por mim sem dificuldade.

A explicação para isso é fácil: existe um mercado oculto de drogas ilícitas no caminho de Santiago. Ainda ontem, enquanto contava as novas bolhas que se tinham formado nos meus pés (já são mais de 12) veio uma velha ter comigo e ofereceu-me comprimidos para me ajudar nas dores. Esta mesma velha, e as suas companheiras, passaram hoje por mim a mais de 2,5 km/h, com um evidente olhar vidrado, que reparei quando me disseram "Bon camino".

publicado por Luis às 15:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Agosto de 2016
Diário de bordo número qualquer coisa...

Há escritores que escrevem sobre o caminho de Santiago apenas porque sabem que há um mercado para o misticismo (Paulo Coelho) e depois há outros que fizeram o verdadeiro caminho de Santiago e criam obras baseadas nessa sua dura experiencia.
Stephen King é um destes, e desta sua experiência nasceu, "A longa marcha." Leiam o livro e poderão entender, um pouco, como tem sido o meu dia a dia

publicado por Luis às 21:10
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Agosto de 2016
Diário de bordo...4

Instalei uma aplicação que diz quantos passos dou e respectivos km. Hoje, no fim de mais uma etapa, a leitura é de 51.626 passos o que corresponde a cerca de 32 km. E ainda me falta ir à casa de banho..

Penso que com os dados desta aplicação, terei material para chantagear a minha mulher por pelo menos uma semana ou, na pior das hipóteses, por algumas horas.

Hoje fico por aqui porque ontem à noite a sargento ajudante resolveu mostrar o que aqui escrevi, ao sargento-mor, porque "...vais ver como ele vai achar piada..." e hoje a alvorada foi às 3.30h.

publicado por Luis às 15:34
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Terça-feira, 2 de Agosto de 2016
Diário de bordo...3

Antes da viagem foi-me dito, pela minha sogra que, ao fazer o caminho de Santiago iria deixar de ser um "maldito ateu", pois de certeza que iria ter uma experiência mística.

Hoje tive essa experiência:

O Sargento-mor decidiu que iríamos desfrutar desta nossa longa viagem através de marcha forçada, pelo que temos o despertar às 4 da madrugada para sairmos, obrigatoriamente às 5 (estejamos vestidos, comidos, e/ou com os pés em sangue). Depois são 5 a 6 horas de caminho, sempre com o sargento-mor e a sargento ajudante aos berros com os recrutas (etapas, que na minha opinião deveriam durar o dobro).

 A comida e a hidratação é racionada com a desculpa de que os recrutas aproveitam as pausas para queimar tempo precioso.

Foi numa destas paragens para comer que aconteceu: Sentado, enquanto mastigava uma côdea de pão, olhei por segundos para o sol e senti-me a entrar numa outra dimensão. Nesta estava deitado em cima de algodão doce quando uma voz me diz:

- Levanta-te! Está na hora. - numa voz muito semelhante à do sargento-mor.

Olho e vejo Deus com um olhar reprovador.

- Meu Deus! Viestes tirar-me deste tormento Senhor?

- Só vergonhas! Só vergonhas! - diz, ao lado de Deus, Jesus Cristo, com uma voz muito parecida com a do sargento ajudante.

- Eu sei que não mereço palavras gentis pela minha descrença em vós. - digo para Jesus. - Mas acabem com este meu sofrimento e levem-me convosco. - digo assumindo a posição fetal e esperando a rápida libertação do meu corpo sofrido.

- Mandem-lhe água para cima! - diz o que me pareceu ser o Espírito Santo com voz da recruta 2.

- Sim. Água benta que me purifique antes da minha passagem. - digo ao mesmo tempo que fecho os olhos e espero com ansiedade pelo fim do sofrimento.

Acordei encharcado em água e com os três a olharem para mim, tal como na visão, com olhares reprovadores. Foi então que me apercebi de duas coisas:

 A recruta 2 tinha terminado a sua recruta e foi promovido a Cabo; e se é para ter este tipo de visões místicas, o LSD faz o mesmo sem ser necessário tanto sofrimento.

 

publicado por Luis às 15:09
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Agosto de 2016
Diário de bordo...2

- Hoje foram só 19 km. - diz o nosso vizinho, adiante designado sargento-mor.

- Se é para isto mais valia não ter saído de casa.- diz a minha mulher, adiante designada sargento ajudante. 

 -Concordo com a parte do não devíamos ter saído de casa. - digo eu com a concordância da minha vizinha, adiante designados recruta 1 e recruta 2 respectivamente.

- Talvez o facto de termos desmaiado ontem, quando chegamos a Ponte de Lima, queira dizer que não estamos prontos para tantos km de uma só vez. - diz a recruta 2 para o sargento-mor.

publicado por Luis às 17:01
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 31 de Julho de 2016
Diário de bordo...

- Então sempre vens a Santiago de Compostela a pé comigo e com os nossos vizinhos, ou vais me deixar ir sozinha no meio deles os dois? - pergunta-me ela sem se rir. Depois de 2 minutos e 23 segundos ela cansou-se de esperar que eu parasse de rir e deu-me um pontapé na canela.

- Se não vieres terás que ficar a ajudar a minha mãe a cuidar das filhas.

E hoje foi a primeira etapa: Braga- Ponte de Lima. Segundo o meu vizinho 37 km.

Ao km 3 decidi passar a escrever um diário do que dizem ser uma uma fantástica experiência de encontro com nós próprios, pelo que aqui vai a descrição da minha aprendizagem interior da etapa de hoje:

O chão da pousada da juventude de Ponte de Lima tem azulejos que, vistos do lado de quem está a desmaiar de exaustão, criam uma experiência psicadélica interessante.

publicado por Luis às 20:02
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Junho de 2016
Mas que raio....

A parte mais fascinante desta notícia refere-se ao tempo que dura o vídeo, 10 minutos!!! Eu pensava que este tipo de performances só fosse possível em filmes pornográficos (por causa da edição de imagens, claro).

publicado por Luis às 13:07
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 15 de Janeiro de 2013
Mais uma mulher na minha vida…..

- Pai, estou bonita? – pergunta-me o membro mais recente da família, do alto dos seus 6 anos, e enquanto dá uma volta.

- Sim! Muito bonita mesmo. – respondo eu, depois de olhar cuidadosamente para o que ela tinha vestido.

- Mãe, tinhas razão! Afinal o vestido fica-me mal! – diz ela, enquanto vai para o seu quarto ter com a mãe.

Conclusão: Integração Totalmente Finalizada!

 

P.S.- E a que propósito vem um post agora? Simples: O livro passou a digital (e a um preço imperdível) e preciso de vender, logo, nada melhor do que pôr um post para vos chamar a atenção. Pelo que, para já, não é um regresso. É marketing!

publicado por Luis às 21:38
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

Olha! O Livro!


Agora em versão digital! Com mais posts por muito menos Euros!

livro

À venda em todas as lojas da Amazon!

blogs


referer referrer referers referrers http_referer




pesquisar